Made in Brazil

  É possível comprar Havaianas em lojas exclusivamente japonesas, no Shopping. São caras por sinal. Fico feliz quando encontro produtos brasileiros na prateleira do mercado, shopping, feira… Um dos sucos de laranja mais populares vem do Brasil, assim como nozes, castanhas, frutas, sucos, carne. Mas sabia que se você perguntar, o último lugar que japonês vai dizer é que vem do Brasil. Vou explicar por que: Aqui (pelo menos no Japão) a imagem que se tem do Brasil é a {Read More}

Eu não sei falar inglês

Sempre achei que “super” entendia inglês. Até que um dia eu vim morar no Japão. Pouco antes de embarcar estava preocupada com meu desconhecimento com a língua japonesa. Os agentes me tranquilizaram dizendo que a maioria dos japoneses falava inglês. Estavam certos; se você parar uma pessoa na rua e perguntar se ela fala inglês no mínimo terá como resposta “entendo um pouco”. Meu desespero se concentra em não entender bulhufas quando um japonês fala inglês comigo. Já houve casos {Read More}

Aqui faz frio!

Hamamatsu, onde vivo, é a cidade em que o vento é o mais intenso em todo o país. No verão é ótimo! Agora imagine o que esse vento não faz conosco no inverno. A sensação térmica é imensamente menor ao que os termômetros marcam. Até que eu gosto de frio, mas virar sapo de tanta umidade me faz sentir saudade do verão. Essa foi a primeira visita da Lana à praia – no verão do ano passado. Ela estranhou a {Read More}

Pra que tanto?

 Eu sei que a gente não vive sem. Mas não entendo por que viver em função dele como se fosse a única busca desta vida terrena. Essa impressão eu tive depois que vim morar no Japão. Não que no Brasil as pessoas não busquem dinheiro, mas aqui é fantástico como ele “distorce” o pensamento das pessoas e acaba-se esquecendo que “o tempo não para”, a convivência com os filhos, o amor da família, a companhia dos amigos… não voltam. A {Read More}

Final do Mundial Interclubes em Yokohama – Eu Fui!!!

Vendo as fotos do álbum lembrei da primeira vez que fui ao estádio ver uma partida de futebol. Foi aqui no Japão – já que no Brasil minha mãe sempre dizia que era perigoso – na cidade de Yokohama. Foi a final do mundial interclubes: São Paulo X Liverpool. Sou corinthiana desde pequena e mesmo relutante, fui. Confesso que me emocionei. Não pelo São Paulo ter vencido, mas por poder apreciar a beleza do lugar e a civilidade das pessoas. {Read More}