Educação para o silêncio

Não é de agora que esse assunto me causa espanto. Mais agora em que chegou a hora de procurar uma escola para a Lana. A educação japonesa é bastante peculiar, foge de tudo que temos como conceito de psicologia, pedagogia, didática ou o que-quer-que seja em se tratando de educação. O rigor é enorme e a repressão ao erro é tamanha que cria estudantes calados, amedontrados, introvertidos. Não, não é impressão minha. Sou professora e em minhas aulas estão simultaneamente {Read More}

Made in Brazil

  É possível comprar Havaianas em lojas exclusivamente japonesas, no Shopping. São caras por sinal. Fico feliz quando encontro produtos brasileiros na prateleira do mercado, shopping, feira… Um dos sucos de laranja mais populares vem do Brasil, assim como nozes, castanhas, frutas, sucos, carne. Mas sabia que se você perguntar, o último lugar que japonês vai dizer é que vem do Brasil. Vou explicar por que: Aqui (pelo menos no Japão) a imagem que se tem do Brasil é a {Read More}

Eu não sei falar inglês

Sempre achei que “super” entendia inglês. Até que um dia eu vim morar no Japão. Pouco antes de embarcar estava preocupada com meu desconhecimento com a língua japonesa. Os agentes me tranquilizaram dizendo que a maioria dos japoneses falava inglês. Estavam certos; se você parar uma pessoa na rua e perguntar se ela fala inglês no mínimo terá como resposta “entendo um pouco”. Meu desespero se concentra em não entender bulhufas quando um japonês fala inglês comigo. Já houve casos {Read More}

Aqui faz frio!

Hamamatsu, onde vivo, é a cidade em que o vento é o mais intenso em todo o país. No verão é ótimo! Agora imagine o que esse vento não faz conosco no inverno. A sensação térmica é imensamente menor ao que os termômetros marcam. Até que eu gosto de frio, mas virar sapo de tanta umidade me faz sentir saudade do verão. Essa foi a primeira visita da Lana à praia – no verão do ano passado. Ela estranhou a {Read More}

Pra que tanto?

 Eu sei que a gente não vive sem. Mas não entendo por que viver em função dele como se fosse a única busca desta vida terrena. Essa impressão eu tive depois que vim morar no Japão. Não que no Brasil as pessoas não busquem dinheiro, mas aqui é fantástico como ele “distorce” o pensamento das pessoas e acaba-se esquecendo que “o tempo não para”, a convivência com os filhos, o amor da família, a companhia dos amigos… não voltam. A {Read More}

Miss Shizuoka Fitness

Eu realmente não esperava. O título de Miss Shizuoka Fitness foi mais que um presente… Pôde me mostrar que é só querer sim, que a gente consegue. Independente do que seja, a gente sempre pode mais do que imagina. Com um bebê de dois meses e um tanto de coragem resolvi treinar pra competir. Sabia sim das dificuldades, mas era a chance de provar que o que a maioria dizia podia sim ser diferente. Ao menos pra mim. Quem foi {Read More}

Um dia pra nunca esquecer

Adoro a banda irlandesa U2, gosto de tudo, das letras, das melodias, da alegria com que tocam, do tom gracioso e celestial que eles colocam nas suas composições. Grávida de oito meses fui ao show no Saitama Arena em Tóquio. Chegávamos junto com eles ao ginásio, paramos o carro e fomos “correndo” onde eles estavam. Uma grade separava o público enlouquecido “deles”. Na minha atual condição física não havia a mínima chance de entrar lá no meio pra tentar uma {Read More}

Monte Fuji

Majestoso. É como melhor posso descrever o ponto mais alto das terras japonesas. Perto é que podemos conhecer a grandiosidade deste vulcão. Ele é imenso sim, abriga cidades aos seus pés e causa espanto com suas dimensões. Tive a oportunidade de tirar esta foto na manhã linda de um inverno rigoroso na província de Fijinomiya, no estado de Shizuoka. Na correria desenfreada da rotina nipônica posso sempre sentir a tranquilidade à que esta imagem me remete, ao friozinho lá fora, {Read More}