Radio Phoenix – Programa Breaking Free

Ainda não havia escrito sobre o programa semanal que apresento na Rádio Phoenix. Demorou, eu sei…

Surgiu meio que por acaso, mas está sendo uma experiência fantástica na minha vida. Nunca tinha pensado que um dia trabalharia com rádio, microfone, entrevista… Mas como tudo tem sempre uma primeira vez, achei que seria uma oportunidade bacana de ver o trabalho e o mundo sob uma nova ótica. O que há por traz do que ouvimos no rádio?

É mais complexo do que a gente acha quando simplesmente liga o rádio e deixa lá tocando… Às vezes para as paredes, mas tá lá ligado..Há um universo de coisas a serem pensadas antes que você escute o que está na programação. E, diga-se de passagem, estou amando poder fazer parte deste mundo “sem forma física” onde tudo o que se expressa é através do som. Mais difícil expressar emoções sem o auxílio da linguagem corporal e facial, mas ainda assim um prato cheio para quem degusta o prazer da comunicação e desse planeta de muitos sons que, mesmo de olhos fechados, podemos sentir.

Com duas horas de duração o Breaking Free é um programa de inglês. Ele traz dicas de leitura, sites, cultura e muitos outros assuntos inerentes ao universo da língua inglesa. Contamos sempre com convidados de diferentes etnias, sotaques e culturas. Aproveitamos para falar sobre o país de cada convidado: uma viagem pelo mundo nos depoimentos de cada nativo. Não, não é tudo em inglês. É um programa bilíngüe. O objetivo mesmo é trazer, pra quem estuda ou gosta de inglês, mais uma opção para praticar e aprimorar esse idioma que faz uma diferença enorme na vida da gente.

Sou muito, muito grata pela oportunidade que a vida me deu de aprender mais sobre este planeta sonoro. Sou muito grata pela oportunidade de conhecer, todas as semanas, pessoas tão interessantes que me fazem sentir como o mundo é enorme e como eu ainda tenho muito a ver e a aprender. Poder expressar idéias e pensamentos, viajar por vários lugares, conhecer pessoas de personalidades tão singulares, ouvir música, rir e sentir-se em casa.. Nem parece trabalho.. rs..

Speak Your Mind

*