Carta para Lana – agosto de 2009

Minha flor;

Claro que não serão com palavras que eu poderei explicar o sentimento de mãe. Talvez palavras como orgulho, amor, felicidade e plenitude possam, no mínimo, expressar um tiquinho do que você representa na minha vida.

Você está crescendo. Está indo à escola e pra orgulho da mamãe com dois aninhos já sabe o alfabeto e os números. Você confunde os idiomas, não é pra menos, japonês, inglês e português numa cabecinha só só podia dar nisso: a salada mais confusa que me deixa de cabelo em pé quando você fala.

Menina moleca. Uma alegria radiante. Os olhos mais brilhantes com os cílios mais compridos que eu já vi. A “risada do pica-pau” mais fofa do mundo. Fã da hello Kitty, de música pop, black music, U2. Atleta assídua nas aulas de ballet e natação.

Bom, a fralda já foi embora, estamos agora batalhando pra deixar a chupeta. Você já está ficando mocinha. Adora salto, esmalte e minhas roupas e fotografia, aliás, isso tudo não combina com chupeta né? rs…

Não tinha como não registrar as obras que fez na escola. Uma é a reprodução da obra de Portinari. A outra é um coelhinho amarelo da orelha quebrada que a professora ajudou você a fazer. Não importa. Vou guardá-lo por toda a minha vida. assim como todos os dias, horas e minutos que passamos juntas.

Te amo todos os dias. Com amor,

Mamãe

 

Comments

  1. Fabiana, que coisa mais linda essa foto e a descrição que você fez. Ame muito , pois o que você planta ela colherá mais tarde e seguirá o exemplo da “Mãezona”. Um beijo com muito carinho prá você e um muito especial prá Lana. Manoel

Speak Your Mind

*